JORGE FERNANDO LUTA PARA RECUPERAR A FALA E OS MOVIMENTOS

Um mês e dez dias após sofrer um AVC, Jorge Fernando está cercado de profisssionais para que sua recuperação aconteça o mais breve. O diretor teve sequelas no lado esquerdo do corpo, que comprometeram os movimentos e a fala. “Ele está fazendo fono e fisioterapia todos os dias. Já está falando melhor”, diz Hilda Rabelo, mãe de Jorginho: “Ele é uma pessoa muito ativa e sente falta da rotina dele”.

Jorge só tem saído de casa para se consultar com médicos, como aconteceu ontem. Ele passa os dias em sua cobertura no Leme, onde é assistido por dois enfermeiros que se revezam e uma cozinheira que prepara a dieta balanceada necessária nesta fase. “Ele já estava num processo de emagrecimento, mas perdeu bastante peso”, conta Hilda.

No próximo dia 17, estreia “Vamp”, musical que saiu da TV para os palcos pelas suas mãos. Mas é um assistente de Jorginho que vem cuidando de tudo. “Ele não está em condições de trabalhar como sempre fez. O que ele precisa, a Maria, irmã dele faz. Ele diz que uma é a mãe de rezar, que sou eu, e a outra a mãe de fazer”, justifica Hilda, de 92 anos.

Por conta das sequelas, Jorge Fernando deixou a direção de “Deus salve o rei”, com previsão de estreia em janeiro. Em seu lugar entrou Fabricio Mamberti. Jorge Fernando completa 62 anos no fim do mês. Antes do AVC, o diretor já havia sido internado para retirar a vesícula. Algumas pedras, porém, escaparam para o pâncreas, causando pancreatite. Algumas semanas depois, ele sofreu o AVC.

extraglobo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *