CSA vence o ASA na estreia da Série C

CSA  estreou  na  Série C,  do Campeonato Brasileiro  na tarde deste domingo (14), com uma vitória sobre o ASA por 3 x 0.

Na próxima rodada, o líder CSA terá de viajar até São Luiz do Maranhão onde irá enfrentar o Sampaio Corrêa. O ASA por sua vez, tentará buscar a sua recuperação jogando em casa, diante do Remo.

O JOGO – 1º TEMPO

O clima era de jogo local, mas CSA e ASA se enfrentavam em jogo válido pela primeira rodada da Série C. Em campo, dois times com formações parecidas com do Alagoano, com pequenas mudanças para a competição nacional.

Até por isso, os dois se conheciam e se estudaram no começo do jogo.  O CSA com treinador novo, Ney da Mata, mostrava um estilo de jogo diferente e apesar de não criar, cercava o time do ASA em seu campo.

O CSA era melhor, insistia e o ASA apertava na marcação. Mas as tentativas surtiram efeito aos 31 minutos. Marcos Antônio recebeu em profundidade, deixou dois defensores para trás e bateu de perna direita, abrindo o placar e fazendo a festa do torcedor azulino.

Foto: Alisson Frazão/Ascom-CSA

Foto: Alisson Frazão/Ascom-CSA

O gol animou e tranquilizou o CSA, que continuou tocando a bola e administrando o resultado. Mas o time marujo não estava satisfeito e n os acréscimos, ampliou. O estreante da tarde, atacante Michel, driblou o defensor e de fora da área, bateu forte para balançar as redes, aos 46 minutos.

Logo em seguida, o primeiro tempo foi encerrado com vitória parcial e confortável do CSA por 2 a 0 sobre o ASA.

2º – TEMPO

No segundo tempo, o CSA continuou bem postado em campo, se mantendo melhor, mas com uma postura mais segura. O time do Mutange de certa forma permitia que o ASA subisse ao ataque e passados 15 minutos, quase o ASA diminui. Juninho recebeu na área e bateu forte, para grane defesa de Mota.

O ASA cresceu no jogo e ainda criou outras oportunidades. Primeiro, Léo Campos invadiu a área e bateu na rede, mas pelo lado de fora. Na reta final do jogo o ASA ainda acertou um bel chute na trave com André Lima.

Não era tarde do ASA e sim do CSA. Nos minutos finais, Ney da Mata tirou Michel e colocou Dick. Aos 43 minutos o volante invadiu a área e foi derrubado por Carlão e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Vanger bateu com estilo e mandou para o fundo das redes, fechando o placar no Estádio Rei Pelé.

Final de jogo, CSA 3 x 0 ASA.

Com cadaminuto

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *