Vida Nova_728x90

“Eles mataram meu pai e meu filho”, afirma atirador de Limoeiro

Atirador do caso ocorrido na cidade de Limoeiro de Anadia, no último sábado (28), se entregou à polícia nesta quarta-feira (1º). Segundo informações do delegado Carlos Humberto de Almeida, o atirador, Umberto Ferreira Santos, conhecido como Betinho, disse estar bastante emotivo após a tentativa de assassinato e que foi motivado pelo sentimento de vingança.

Betinho estava passando pela igreja, e segundo ele, as vítimas teriam sorrido para ele de forma provocativa. Em seguida, o atirador invadiu a igreja e tentou assassinar duas testemunhas (pai e filho) que estavam em um casamento. Na visão do acusado, as vítimas estariam envolvidas nas mortes do pai e filho dele. Após o crime ele saiu da instituição religiosa e evadiu do local dirigindo o próprio carro.

Matéria relacionada: Vídeo: Homem invade casamento e atira em convidados em Limoeiro de Anadia

 

 

Ao ser indagado sobre um possível envolvimento de uma das vítimas em outro caso de assassinato que poderia ser mais uma justificativa para este crime de Limoeiro, o delegado esclareceu que tanto o filho de Betinho e o filho de Cícero Barbosa Silva (uma das vítimas da tentativa de homicídio), estariam envolvidos em um outro crime ocorrido na cidade de São Sebastião.

Informações extra-oficiais indicam que um dos filhos teria sido preso por tentativa de homicídio e o outro não resultando em mais rivalidade entre Betinho e as vítimas dele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *