Vida Nova_728x90

FLAMENGO Flamengo sofre ‘apagão’ e leva virada do Santos no Pacaembu

Equipes fizeram mais uma partida eletrizante nesta quarta-feira

O Flamengo voltou a ser derrotado pelo Santos, em duelo fora de casa. Desta vez no Pacaembu e pelo Brasileirão. A equipe carioca saiu na frente, mas sofreu a virada no fim, após um ‘apagão’ dos cariocas nos minutos finais.

O Santos saiu na frente com Bruno Henrique. O Rubro-negro virou com Éverton Ribeiro e Felipe Vizeu. Rodinei acabou sendo expulso no segundo tempo e o Peixe aproveitou. Alisson e Ricardo Oliveira fizeram gols no fim e deram a vitória para o time paulista.

O Flamengo volta a jogar no domingo contra o Vitória, na Ilha do Urubu. Já o Santos vai até a Ressacada encarar o Avaí, no mesmo dia.

Flamengo foi derrotado no Pacaembu
Gilvan de Souza / FlaImagem
O JOGO

O primeiro tempo do novo confronto entre Santos e Flamengo lembrou a etapa inicial disputada na Vila Belmiro, na semana passada. O time paulista dominou as ações, esteve mais presente no ataque, mas não criou chances mais incisivas. O Flamengo, por sua vez, chegou pouco, mas levou perigo em todas as investidas.

A primeira boa oportunidade surgiu com Guerrero, aos 23 minutos. Após cruzamento na área da direita, ele perdeu o tempo da bola, se enrolou e lamentou a chance perdida. Foi a primeira e última oportunidade do atacante peruano, que sentiu dores na coxa e deixou o campo três minutos depois. Felipe Vizeu entrou em seu lugar.

A investida deu confiança ao Flamengo, então jogando mais recuado, com quase todos os seus jogadores no campo de defesa. A partir dos 30 minutos, o time carioca cresceu em campo e foi para cima. O zagueiro Juan perdeu uma das maiores oportunidades do jogo ao cabecear, sem qualquer marcação na área, rente à trave, aos 33.

Na sequência, Diego arriscou de longe. Vanderlei fez a defesa, mas deu rebote. Felipe Vizeu pegou o rebote e bateu no pé da trave. A bola passou atrás do goleiro santista, que ainda precisou fazer outra boa defesa, em novo chute do centroavante flamenguista, logo na sequência.

O fim do primeiro tempo veio com alívio para os santistas, principalmente para a defesa. No ataque, Ricardo Oliveira era inoperante, ainda sentindo falta de ritmo de jogo. Bruno Henrique concentrava as ações, mas sofria com a marcação rubro-negra.

No segundo tempo, porém, o atacante aproveitou um vacilo da defesa flamenguista. Recebeu lançamento nas costas de Rodinei, entrou na área e bateu entre as pernas do goleiro Diego Alves, abrindo placar aos 8 minutos. Mas a vantagem santista durou apenas três minutos. Éverton Ribeiro bateu de longe e viu a bola sofrer sutil desvio na marcação e encobrir Vanderlei: 1 a 1.

A essa altura, o Flamengo era o melhor time em campo. Controlava o meio de campo e cadenciava o jogo. Concentrado na marcação, escolhia o momento para dar o bote. E, quando o fazia, era muito perigoso. Foi assim aos 16 minutos, quando Everton disparou pela esquerda e cruzou na área. Felipe Vizeu, livre na pequena área, perdeu chance incrível ao cabecear rente ao travessão.

O atacante precisou de cinco minutos para se redimir. Aos 21, Éverton Ribeiro articulou na intermediária com Willian Arão, que deu enfiada para Felipe Vizeu só bater na saída de Vanderlei. Era a virada do Flamengo no placar.

O Santos ganhou a oportunidade de reagir na sequência, quando Rodinei fez falta dura em Jean Mota. O lateral-direito, que já tinha cartão amarelo, foi expulso aos 27 minutos. O time paulista tirou vantagem do momento favorável e buscou o empate aos 39 em lindo chute de Alison, no ângulo direito de Diego Alves.

Na sequência, o Flamengo partiu para o ataque e, depois de bate-rebate na área, Réver escorou para as redes. O árbitro, porém, anotou toque de mão na bola do ataque rubro-negro e anulou o gol. Os jogadores do Flamengo reclamaram, sem sucesso.

Parar piorar para o time carioca, o Santos se mandou para o ataque e buscou o gol salvador aos 42 minutos. Daniel Guedes cruzou da direita e Ricardo Oliveira, então apagado em campo, cabeceou sem marcação para o gol.

O confronto ganhou ainda mais em emoção nos minutos finais, com a virada santista. E David Braz, que tinha acabado de levar o primeiro cartão amarelo, levou o segundo e foi expulso de campo aos 45. Nos instantes finais, o Flamengo pressionou em busca do novo empate, mas o Santos se segurou como pôde.

Na próxima rodada, a 19.ª, os dois times vão jogar neste domingo O Flamengo vai receber o Vitória no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, às 11 horas. E o Santos jogará contra o Avaí, às 19 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio do Pacaembu
Árbitro: Eduardo Tomaz Aquino Valadão (GO)
Público/renda: 27.030 / R$ 870.640,00
Cartões amarelos: Yuri (SAN), Lucas Lima (SAN), Éverton (FLA), Rodinei (FLA) e Diego (FLA)
Cartões vermelhos: Rodinei (FLA) e David Braz (SAN)
Gols: Bruno Henrique aos 8’/2T (1-0), Evérton aos 11’/2T (1-1), Felipe Vizei aos 21’/2T (1-2), Alison aos 39’/2T (2-2), Ricardo Oliveira aos 43’/2T (3-2)

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Kayke aos 33’/2T); Yuri (Zeca, no intervalo), Renato (Alison aos 19’/2T) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Berrío aos 45’/2T); Márcio Araújo, William Arão, Evérton e Diego (Pará aos 30’/2T); Everton, Guerrero ( Felipe Vizeu, aos ‘/1T). Técnico: Zé Ricardo

Com informações do Estadão Conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *