Home Destaque Jovem dado como morto sai da cova e, após um mês em coma, denuncia bandidos

Jovem dado como morto sai da cova e, após um mês em coma, denuncia bandidos

Jovem dado como morto sai da cova e, após um mês em coma, denuncia bandidos
0
0

Após ser sequestrado, levar dois tiros, pauladas na cabeça e ser dado como morto por traficantes, um jovem de 18 anos conseguiu sair da cova onde tinha sido enterrado e caminhar até uma rodovia. Ele foi socorrido e, depois de ficar um mês em coma, recuperou a consciência e relatou o que tinha ocorrido com ele. Nesta segunda-feira, a Polícia Civil de Minas Gerais prendeu Sérgio Costa da Silva, 24 anos, e Carlos Vinícius dos Santos Pereira, 28, que são suspeitos de envolvimento no sequestro e na tentativa de homicídio do jovem.

Na mesma operação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos domicílios da dupla e de Ana Maria da Silva, de 38 anos, também investigada por participação no crime. O caso ocorreu no dia 26 de julho. O jovem teria furtado 30 gramas de maconha de traficantes de Santa Luzia, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Descoberto, foi levado pelos bandidos para uma local em Confins. O rapaz levou dois tiros na cabeça, o que fez com que perdesse o olho direito.

De acordo com a Polícia, dias depois do sequestro do jovem, Ana Maria informou à mãe do jovem desaparecido que ele havia sido sequestrado e morto por traficantes da região, já que teria subtraído maconha dos suspeitos. A mulher chegou a informar e ir onde o corpo teria sido dispensado após o crime, mas policiais e bombeiros realizaram buscas no local com cães e nada foi encontrado.

Cerca de um mês após o fato, a mãe da vítima foi comunicada pela equipe do serviço social do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, que Samuel foi socorrido e estava em coma. Ao retomar à consciência, ele prestou declarações à Polícia atestando o furto do entorpecente e apontando Sérgio e Carlos Vinícius como autores da tentativa de homicídio, com a participação de Ana Maria.

A operação, realizada em conjunto com militares de Santa Luzia, teve a participação da equipe de policiais civis de Santa Luzia, chefiada pelo delegado Wilson Luiz de Oliveira.

extraglobo

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *