Home Destaque Matadouro é interditado e administrador é conduzido à delegacia no interior

Matadouro é interditado e administrador é conduzido à delegacia no interior

Matadouro é interditado e administrador é conduzido à delegacia no interior
0
0

Equipes do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL), interditaram na sexta-feira, dia 24, o matadouro do município de São José da Laje, Alagoas.

 

Durante a fiscalização no local foram constatadas diversas irregularidades e crimes ambientais.

De acordo com os fiscais, o matadouro não possuía licença ambiental para o funcionamento. Foi constatado, ainda, que os efluentes líquidos e sólidos (sangue e resto dos abates) eram descartados sem nenhum tratamento ambientalmente adequado, diretamente no solo e no Rio Canhoto.

Foi observado também maus tratos aos animais, que eram abatidos com instrumentos que contrariam a legislação. A fiscalização constatou o uso de porretes e machados ao invés dos métodos legais, pistolas automáticas e outros métodos de insensibilização.

O matadouro apresentava péssimas condições higiênicas sanitárias para o abate e possuía ausência de registro no serviço de inspeção oficial.

As irregularidades geraram uma multa, através do IMA, no valor aproximado de R$ 250 mil e mais a interdição, pela ADEAL, que também lavrou autos de infração pelas irregularidades que chegam a R$ 16 mil.

O BPA conduziu o administrador do matadouro ao Distrito Policial em União dos Palmares e o município irá responder pelos crimes de maus tratos a animais, por funcionar estabelecimento potencialmente poluidor sem licença ou autorização de órgão ambiental competente e por causar poluição.

Documentos dos procedimentos serão encaminhadas ao Ministério Público Estadual para conhecimento e acompanhamento dos desdobramentos da ação.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *