Home Geral Justiça Justiça do Trabalho em AL busca ex-funcionários das empresas Sena segurança e Sena Terceirização para pagar indenizações

Justiça do Trabalho em AL busca ex-funcionários das empresas Sena segurança e Sena Terceirização para pagar indenizações

Justiça do Trabalho em AL busca ex-funcionários das empresas Sena segurança  e Sena Terceirização para pagar indenizações
0
0
Valores já estão depositados no Tribunal, mas Justiça está com dificuldades de localizar trabalhadores.

A Justiça do Trabalho em Alagoas está em busca de ex-funcionários das empresas Sena Segurança Inteligente Ltda. e Sena Terceirização e Transporte de Valores Ltda. para pagar as indenizações trabalhistas. Os pagamentos começaram nessa quinta-feira (15).

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-AL) informou que pessoas que trabalharam para as empresas do grupo e que tenham processos na Justiça do Trabalho devem entrar em contato com o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas do 1º Grau (Cejusc), independentemente de terem sido notificadas.

“Os valores já estão depositados no Tribunal, mas estamos tendo dificuldade em localizar esses trabalhadores para fazer as notificações. Quem tem processo contra uma das empresas do grupo deve ligar para o Cejusc para que possamos marcar as audiências virtuais e fazer os acordos para pagamento”, disse o juiz do Trabalho Flávio Luiz da Costa, coordenador do Cejusc.

O contato com o Cejusc pode ser feito pelo e-mail conciliar@trt19.jus.br ou pelos números (82) 2121-8309 ou (82) 2121 8148. Também é possível enviar mensagem para o WhatsApp para (82) 98212-7741.

De acordo com a Justiça do Trabalho, os créditos trabalhistas são reconhecidos em reclamações em trâmite no âmbito do TRT/AL e estão habilitados nos autos do processo nº 0008231-59.2010.8.17.0990, sob a responsabilidade da Vara Cível do município Pernambucano. Ao todo são 127 processos à espera de quitação. O mais antigo deles foi ajuizado no ano de 2008.

Assessoria

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *