Home Geral Mundo Vietnã descobre nova variante híbrida de covid que mistura cepa indiana e britânica

Vietnã descobre nova variante híbrida de covid que mistura cepa indiana e britânica

Vietnã descobre nova variante híbrida de covid que mistura cepa indiana e britânica
0
0

O Vietnã descobriu uma nova variante de covid-19 que se espalha rapidamente pelo ar e é uma combinação das variantes indiana e britânica.

“Descobrimos uma nova variante híbrida das da Índia e do Reino Unido”, disse o ministro da Saúde, Nguyen Thanh Long, num encontro nacional sobre a pandemia no sábado. “A característica dessa variante é que ela se espalha rapidamente pelo ar. A concentração do vírus no fluído da garganta aumenta rapidamente e espalha-se com muita força para o ambiente ao redor”, acrescentou.

O ministro não especificou o número de casos registados com esta nova variante, mas admitiu que o Vietnã  em breve anunciará a descoberta no mapa mundial de variações genéticas do vírus.

O Vietnã está  lutando contra os novos surtos em mais de metade do território, incluindo em zonas industriais e grandes cidades como Hanói e Ho Chi Minh City. E maisd e 6700 casos, incluindo 47 mortes, foram registada no país.

O  governo comunista, recebeu aplausos generalizados pela sua resposta agressiva contra a pandemia, com quarentenas em massa e rastreamento de contatos, ajudando a manter as taxas de infeção relativamente baixas.

Uma nova onda de infeções deixou o governo  receoso e levou-o a tomar novas medidas: cafés, restaurantes, cabeleireiros e massagens, assim como locais turísticos e religiosos foram fechados em várias parte do país. O Vietnã,  tem 97 milhões de habitantes, vacinou apenas um pouco mais do que um milhão de pessoas.

O Ministério da Saúde local pretende  acelerar a vacinação da população e até lançou um apelo as pessoas e empresas para que doassem dinheiro para ajudar a obter vacinas.

Atualmente, o país tem cerca de dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca restantes, mas disse que está comprando mais de 30 milhões de doses da vacina da Pfizer. Também está em negociações com a Rússia para produzir o Sputnik V, de acordo com os meios estatais de comunicação social, e  trabalha numa vacina caseira.

 

Redação com agência dn.pt/

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *