Cria
Home Geral Tecnologia Perícia Criminal alagoana recebe maletas de coleta de digitais para local de crime

Perícia Criminal alagoana recebe maletas de coleta de digitais para local de crime

Perícia Criminal alagoana recebe maletas de coleta de digitais para local de crime
0
0

Material será distribuído entre os setores de perícia de externa e interna.

O Instituto de Criminalística da Perícia Oficial do Estado recebeu na manhã de hoje (08), vinte maletas com materiais específicos para coleta de vestígios papiloscopicos em cenas de crime. O material doado ao Estado de Alagoas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça também será utilizado em exames de laboratórios do IC.

As maletas são kits de revelação de impressões papilares latentes em local de crime é fundamental para os trabalhos da perícia criminal a fim de subsidiar a Polícia Judiciária, durante os inquéritos policiais, e o Ministério Público e o Judiciário na fase da ação penal. Cada uma delas é composta por um aplicador, pinceis, levantadores articulados, fitas levantadoras transparentes, pós magnéticos e regulares para impressões papilares.

O material foi recebido no Instituto de Criminalistica pela chefe do Laboratório Forense do IC de Alagoas, perita criminal Rosana Coutinho, juntamente com o perito criminal Thalmanny Fernandes Goulart, chefe do Laboratório de Química do IC. Cada maleta está avaliada em aproximadamente 15 mil reais, totalizando um investimento superior de trezentos mil reais na perícia alagoana.

De acordo com Rosana Coutinho, a doação está prevista no projeto de reestruturação dos laboratórios do Brasil integrados à RBIPG (Rede Brasileira Integrada de Banco de Perfis Genéticos). A distribuição delas para todos os estados visa melhorar a coleta de impressões digitais em locais de crime.

A chefe do laboratório ainda explicou que os materiais que constam nas maletas são produtos específicos que podem revelar digitais em inúmeros tipos de superfícies. Podendo o perito criminal, através do exame das impressões digitais, identificar possíveis autores e vítimas de crimes, e até mesmo pessoas comuns que estiveram no local de crime.

Após analisados, esses vestígios constarão de laudos periciais que serão utilizados como provas nos inquéritos policiais. Ou seja, o resultado desses exames pode ajudar a resolver inúmeros casos e subsidiar todo o sistema de persecução penal.

Assessoria

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *