Cria
Home Geral Arapiraca Thiago ML denuncia falta de medicamentos básicos e postos de saúde fechados em Arapiraca

Thiago ML denuncia falta de medicamentos básicos e postos de saúde fechados em Arapiraca

Thiago ML  denuncia falta de medicamentos básicos e postos de saúde fechados em Arapiraca
0
0

 

Atendendo a pedidos da população arapiraquense, que há dias se queixa da falta de medicamentos de hipertensão e remédios controlados, o presidente da Câmara, vereador Thiago ML (Pros), foi pessoalmente conferir a situação das farmácias das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Arapiraca.

Na última sexta-feira (17), em visita ao 2º Centro de Saúde Domingos Honório da Silva, o vereador sequer conseguiu fiscalizar o local, pois a UBS encontrava-se fechada, apesar de haver veículos estacionados no posto e em horário de funcionamento.

“Fico indignado em saber que há funcionários presentes. Por que as portas estão fechadas? Se estão assim para um vereador que quer fiscalizar e cumprir seu papel, imagine para a população arapiraquense”, expressou Thiago ML.

O próximo posto visitado foi o Lourival Júnior, no Sítio Fernandes, que também estava fechado. Por último, o vereador visitou outra unidade, que não estava na lista de postos denunciados, mas que também passa pelo mesmo problema. Uma das médicas da unidade informou que os medicamentos do mês ainda não haviam chegado.

“Lamento profundamente que as unidades de saúde estejam com atendimento precário, sem os médicos que são considerados básicos. O nosso flagrante escancara que a população arapiraquense está à deriva ao procurar atendimento básico. Na Câmara, vamos seguir atentos, cobrando resposta e buscando uma solução para o descaso”, disse ML.

O parlamentar vem recebendo denúncias sobre o descaso da Saúde municipal. “Não tem clonazepam, diazepam, sertralina, e outros remédios. Nós vamos ficar assim? Cadê as autoridades responsáveis?”, se queixou Márcia, moradora do Jardim Esperança, indignada com a ausência de diversos medicamentos nas farmácias dos postos de saúde de Arapiraca.

De acordo com o vereador, os relatos são preocupantes e, portanto, a gestão municipal precisa ser responsabilizada. “Vamos cobrar resposta. Não ficará assim não”, reagiu.

 

Assessoria

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *