Cria
Home Destaque Crime bárbaro: filho mata o pai e queima o corpo par não deixar vestígios

Crime bárbaro: filho mata o pai e queima o corpo par não deixar vestígios

Crime bárbaro: filho mata o pai e queima o corpo par não deixar vestígios
0
0

Caso aconteceu no Povoado Santa Cruz do Deserto, no município de Mata Grande. Acusado tentava fugir para São Paulo, mas polícia interceptou ônibus já no Estado da Bahia.

 

Um crime bárbaro deixou os moradores do Povoado Santa Cruz no município de Santa Cruz assustados e revoltados com tamanha perversidade. Um homem matou o seu próprio pai a pedradas e para não deixar vestígios resolveu carbonizar o corpo utilizando pneus, pedaços de madeiras e outros objetos. O crime ocorreu entre a terça-feira e quarta-feira, e só foi descoberto no início da tarde desta quinta-feira, 21.

Segundo a polícia, desde a última terça-feira (19),  o agricultor Cícero Vieira Batalha estava desaparecido depois que havia saído para quebrar o milho em sua propriedade. A família já havia efetuados buscas em todo o perímetro da propriedade e nenhum sinal do ancião havia sido visto.

Desconfiados com o comportamento de um dos filhos e ao saber que o principal suspeito havia viajado com destino a São Paulo, um irmão da vítima decidiu procurar o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Mata Grande na manhã desta quinta-feira.

De posse das informações, a equipe da Polícia Militar comandada pelo capitão Cavalcante com a participação do chefe de operações da Polícia Civil, Jaeudson Ferreira iniciaram as buscas pelo principal suspeito.

Na cidade de Inhapi, que fica vizinha à Mata Grande, os policiais souberam que Felipe Silva Batalha adquiriu passagens para ele, sua esposa e filho com destino a São Paulo.

Logo as guarnições se deslocaram em perseguição pela BR-423, onde ao chegar no Posto Fiscal de Delmiro Gouveia, abordaram três ônibus de turismo, mas não localizaram o suspeito. As buscas já iam ser cessadas, quando os policiais souberam que um outro ônibus havia saído mais cedo de Inhapi com destino a São Paulo, e que era comum ele ficar parado por algumas horas na cidade de Santa Brígida no Estado da Bahia.

Os policiais continuaram as buscas e já na chegada ao município em uma localidade conhecida como KM-40, encontraram o ônibus que havia saído da cidade alagoana e que transportava o acusado e sua família.

 

Ao ser questionado sobre o desaparecimento do pai e o motivo dele estar viajando, o jovem não pensou duas vezes e confessou ter matado o pai por uma desavença entre os demais familiares por conta de herança.

Ele também confessou que carbonizou o corpo e jogou os restos mortais em uma barragem para não deixar vestígios do crime.

Rapidamente o homem foi preso e encaminhado até a cidade, onde ocorreu o crime. No CISP, ele resolveu colaborar com as investigações e levou os policiais até o local onde praticou o crime.

Lá, ele disse que matou o pai com golpes de pau e utilizou pedras, em seguida ele carbonizou o corpo por mais de duas horas. Depois ele jogou os restos mortais em uma barragem.

A área foi isolada até a chegada do Instituto de Criminalística que identificou cinzas e outros restos mortais com equipamentos de última geração (forense).

O homem está preso em flagrante e deve ter a prisão convertida para preventiva ainda nesta sexta-feira, 22. O local onde ele está recluso não foi divulgado para sua vida ser resguardada.

 

italotimoteo

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *