Cria
Home Geral Arapiraca Enfermeiro do HE do Agreste recebe Medalha Silvio Vianna

Enfermeiro do HE do Agreste recebe Medalha Silvio Vianna

Enfermeiro do HE do Agreste recebe Medalha Silvio Vianna
0
0

“Ainda sem conseguir descrever tamanha alegria e gratidão. O coração pulsa forte, parece que vai voar”, escreveu emocionado o enfermeiro Evânio Silva, de 42 anos. Ele foi indicado pelo Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, para concorrer à maior honraria do serviço público de Alagoas, concedida àqueles servidores que cumprem seus deveres em prol de um Estado mais atencioso com o povo.

E como tem sido a vida inteira do enfermeiro, Evânio venceu. Foi um dos 10 servidores de Alagoas escolhidos para receber a Medalha Silvio Vianna. Em solenidade realizada na noite dessa terça-feira (9), Evânio Silva foi condecorado. Ele representa todos os servidores do Hospital de Emergência do Agreste, que se empenham diariamente em salvar vidas.

Familiares, amigos, alunos, colegas da rotina de trabalho, abraçaram e parabenizaram Evânio pelas redes sociais. “Parabéns”, “merecido”, “você é exemplo”, foram algumas das mensagens deixadas para o enfermeiro, que é servidor do no HE do Agreste deste a inauguração da unidade hospitalar, há 18 anos.

“É um grande orgulho vermos, pela primeira vez, o Hospital de Emergência do Agreste ter um servidor recebendo a Medalha Silvio Vianna. São muitos profissionais maravilhosos aqui e o Evânio é um destes. Tem uma linda história e que realmente é exemplo para muitas pessoas. Sensato, estudioso, amigo, excelente profissional, ele realmente merece a Medalha”, comemorou Bárbara Albuquerque, gerente-geral do HE do Agreste.

Família de Evânio Silva participou da solenidade de entrega da Medalha Silvio Vianna

História – Evânio, natural de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas, é um dos 11 filhos de um pedreiro e de uma dona de casa. Quando ainda era criança, a família se mudou para Arapiraca em busca de novas oportunidades. Diante da necessidade, Evânio e os irmãos precisavam trabalhar para ajudar nas despesas da família.

Evânio vendia picolé e sabão nas feiras livres de Arapiraca. Até que, aos 13 anos, decidiu que iria estudar. Estudou, viajou ao Rio de Janeiro, onde morou sozinho ainda adolescente, comendo biscoito com água pela falta de recursos para uma alimentação melhor. Na capital carioca fez o curso de auxiliar de Enfermagem e retornou a Alagoas.

Trabalhava e continuava estudando. Fez o curso técnico e se submeteu ao concurso para ingressar no quadro da então Unidade de Emergência do Agreste (UEA), em Arapiraca, que estava prestes a ser inaugurada.

Passou no concurso e se propôs a voar mais alto: foi estudar enfermagem em Palmeira dos Índios. Dividiu a vida entre plantões, viagens e sala de aula. Ao longo dos anos, já formado em enfermagem, ocupou várias funções importantes de coordenação dentro do Hospital de Emergência do Agreste.

Direção do HE do Agreste comemorou a medalha junto com Evânio: “Exemplo de profissional”

No momento mais crítico para os atendimentos a pacientes com Covid-19, quando havia uma série de dúvidas quanto ao protocolo de segurança de pacientes e profissionais da saúde, o enfermeiro Evânio Silva apresentou estudos, dados, informações à comissão de trabalho, que transformaram o sistema de tratamento de pacientes com uma doença tão nova e que estava assombrando o mundo naquele momento. Foram os estudos de Evânio que fizeram o HE do Agreste, responsável por atender traumas, virar referência em salvar vidas contra a Covid-19.

Ele foi tão coerente com os estudos e estatísticas sobre o vírus, que conseguiu convencer a equipe multiprofissional que estava trabalhando no hospital diante de todo aquele caos mundial. Evânio foi a razão que se juntou ao coração para salvar as vidas no HE do Agreste.

Ele unificou os setores, fez um plano de contingência, treinamento de pessoal, fluxo de entrada de pacientes, cuidados pós-morte, dinamizou os trabalhos com base científica. “Sou gente que cuida de gente, gente que gosta de gente. Se posso ajudar estarei sempre perto. Reclamar menos e fazer algo a mais. Nunca faça só o necessário”, relata Evânio, fazendo jus ao termo servidor público.http://https://www.youtube.com/watch?v=kcfG9aZdEYU&feature=youtu.be

ASCOM ALAGOAS

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *