No Banner to display

Home Destaque ELEIÇÕES 2022 Lula encerra giro pelo Nordeste em Sergipe, depois de arrastar multidões em Natal e Maceió

ELEIÇÕES 2022 Lula encerra giro pelo Nordeste em Sergipe, depois de arrastar multidões em Natal e Maceió

ELEIÇÕES 2022 Lula encerra giro pelo Nordeste em Sergipe, depois de arrastar multidões em Natal e Maceió
0
0

Ato público em Aracajú encerra programação intensa de Lula e Alckmin, que foram ao Nordeste depois de passar por Minas Gerais

O ex-presidente Lula encerra o giro de sua pré-campanha ao Nordeste neste sábado (18), com um ato público no Centro de Convenções de Aracaju. Seu companheiro de chapa, o ex-governador Geraldo Alckmin, que o acompanhou nas etapas de Natal, na quinta, e Maceió, na sexta, estará presente também na capital de Sergipe neste sábado.

O primeiro compromisso no Nordeste em Natal, na manhã de quinta-feira, foi com com artesãs de Timbaúba dos Batistas, responsáveis pelos bordados do vestido de noiva de Janja da Silva -ela estava no encontro.

Lula e Janja conversaram com as bordadeiras sobre os desafios para o cooperativismo no Brasil. Ouviram delas relato das dificuldades que enfrentam hoje com falta de apoio do governo e apontaram prioridades de políticas públicas voltadas para a área que gostariam de ver implementadas. Linhas de crédito e incentivo para participação em feiras são algumas delas, além de políticas de inclusão social, como de financiamento de moradia, o Minha Casa Minha Vida.

Veja foto de Janja com as bordadeiras:

bordadeiras

Na noite da mesma quinta, uma multidão superior a 15 mil pessoas participou do ato da pré-campanha na Arena das Dunas em Natal, tendo a governadora Fátima Bezerra (PT) como anfitriã.

 

“Nós resolvemos fazer a transposição e eu tive o prazer de inaugurar um canal de 640 quilômetros, feito às custas da fé do povo deste país. Eu não concebia a ideia de uma parte desse país ver sua cabrinha morrer, ver seu cachorro morrer sem ter um pouco d’água para beber. Além disso, fizemos 1,29 milhão de cisternas para a casa das pessoas e mais 169 mil cisternas para produção e depois que nós deixamos o governo parou”, disse Lula no ato.

Veja foto da manifestação:

natal
Nesta sexta, em Maceió, Lula e Alckmin começaram a agenda com um encontro com produtores culturais e artistas. Lula afirmou que a cultura nacional será peça central de suas políticas, caso volte a ser eleito. Com investimentos e mobilização pelo país, sua ideia é valorizar a produção de cada região e fazer com que isso se espalhe pelo Brasil.

“Eu estou disposto a fazer uma revolução cultural neste país, mas não vamos queimar livro não, vamos distribuir mais livros para as crianças”, disse ele.

Veja foto do encontro de Lula em Maceió, por Ricardo Stuckert. Em primeiro plano, discursando, Mãe Miriam:

mae Miriam
Lula contou um episódio vivido durante o período que permaneceu na sede da Polícia Federal, em Curitiba, quando não tinha acesso à internet ou à TV a cabo, em 2019. Chegou às suas mãos um pendrive com o registro de uma das aulas de um curso sobre Canudos no canal Paz e Bem, fundado pelo jornalista Mauro Lopes, da Fórum, e conduzido pelo historiador Pedro Vasconcellos, relatou Lula.

“Me dei conta que muitas vezes a história contada pelos vencedores não significa a verdadeira história, a história contada pelos livros que a juventude aprende é apenas uma meia verdade. A história dos 350 anos de escravidão não está contada como aconteceu. Eu não sabia que Antônio Conselheiro foi levado a uma guerra insana porque um delegado mentiu. Porque ele mandou buscar umas coisas que tinha comprado na cidade, o cara que vendeu avisou pro delegado, o delegado achou que iam invadir a cidade para pegar na marra e começaram a perseguir. O que a gente aprendeu sobre o Antônio Conselheiro? Que era um beato ignorante, um cara que não sabia nada”, criticou Lula.

Aqui você pode ver o curso de 11 aulas no canal Paz e Bem:

Loading video

Lula recebeu, no evento, o livro resultante do curso, escrito por Pedro Lima Vasconcellos. Veja:

livro canudos

O ex-presidente assistiu a todas as aulas do curso, participou ativamente e, ao final, sugeriu que Mauro e Pedro fizessem outro curso, sobre a história do Brasil na perspectiva das lutas do povo brasileiro. O curso foi realizado sob o nome “Retalhos da Nossa História” e teve 56 aulas, entre março de 2019 e dezembro de 2020. Você pode assistir ao curso aqui:

Loading video

No mesmo evento, Lula condenou a decisão do governo do Reino Unido de extraditar o jornalista Julian Assange, criador do WikiLeaks, para os Estados Unidos.

“Nós, que estamos falando de democracia, precisamos perguntar: qual crime o Assange cometeu? É o crime de falar a verdade. Mostrar que os Estados Unidos da América do Norte, através de seu Departamento de Comunicação, estava grampeando muitos países do mundo, inclusive a presidenta Dilma Rousseff”, disse Lula.

“Ele denunciou as falcatruas feitas no país mais importantes do planeta. Esse cidadão deveria receber o Prêmio Nobel porque denunciou um país violando outro país. Se ele for extraditado, é um fim trágico”, completou.

Lula encerrou a passagem por Maceió num ato no Centro de Convenções da cidade, do qual participaram mais de 10 mil pessoas. Veja duas fotos de Ricardo Stuckert registrando a manifestação:

Maceió 1

 

Maceió 2

Revista Forum

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *