AGUA 18/06
Home Geral Arapiraca Raízes de Arapiraca alcança marco histórico: 16ª edição apresenta mais de 300 documentários

Raízes de Arapiraca alcança marco histórico: 16ª edição apresenta mais de 300 documentários

Raízes de Arapiraca alcança marco histórico: 16ª edição apresenta mais de 300 documentários
0
0

Projeto Raízes de Arapiraca: Resgatando histórias e inspirando o futuro da Terra de Manoel André

Quando as luzes da sala de cinema se apagam, brilham as estrelas e astros que moldaram a história de Arapiraca, fazendo-a nascer, crescer e florescer com tantos frutos admiráveis. No último domingo (06/08), o Cinesystem do Arapiraca Garden Shopping foi o palco do lançamento da 16ª edição do projeto Raízes de Arapiraca, uma iniciativa visionária idealizada pelo deputado Ricardo Nezinho. A ocasião foi marcada pela presença honrosa da secretária de Cultura, Lazer e Juventude de Arapiraca, Marília Albuquerque, que se fez presente como convidada especial para acompanhar mais um capítulo significativo do Raízes.

Em meio ao tapete vermelho, atrizes e atores reais se uniram para dar vida a histórias genuínas de indivíduos que contribuíram para realizar sonhos tanto profissionais quanto pessoais na Terra de Manoel André.

Marília Albuquerque, emocionada e lisonjeada por participar desse evento, aproveitou a oportunidade para parabenizar o deputado Ricardo Nezinho pela visão cultural e histórica que permeia o projeto Raízes. Ela enfatizou a importância de dar voz às pessoas que merecem ser ouvidas, impulsionando a inclusão social e o desenvolvimento humano.

Ricardo Nezinho, o idealizador desse grandioso projeto, compartilhou sua visão apaixonada sobre a iniciativa, afirmando que o Raízes de Arapiraca é o maior projeto do mundo nesse conceito. Ao ouvir as narrativas daqueles que desbravaram as terras da cidade, ele destacou a relevância dessas histórias para as gerações futuras, permitindo que pesquisadores de escolas e universidades busquem informações sobre os costumes e tradições da região, bebendo da sabedoria das pessoas simples que superaram adversidades para construir suas trajetórias inspiradoras. Nezinho também ressaltou a importância de transmitir essas conquistas para filhos e netos, revelando a essência de vigor, foco e resiliência que permeia a história de Arapiraca.

Na equipe de produção do projeto Raízes de Arapiraca, Suely Mara, esposa do deputado Ricardo Nezinho, emocionou-se duplamente durante o lançamento, já que sua própria mãe estava entre os homenageados. Suely compartilhou o quanto o Raízes representa um resgate histórico valioso para Arapiraca, uma construção feita pelos próprios protagonistas dessa história. Ela testemunhou a transformação de pessoas que, muitas vezes, duvidavam ter algo interessante para contar, mas que se tornaram gigantes ao detalhar suas vidas e suas superações. Ao ouvir a história de sua própria mãe, Suely se emocionou ao descobrir novos aspectos desconhecidos de sua vida, fortalecendo ainda mais sua conexão com o projeto.

O objetivo ambicioso de alcançar mil documentários lançados reflete a grandeza e o alcance que o Raízes de Arapiraca busca atingir, mantendo-se firme na missão de preservar e difundir a história e cultura da cidade.

A lista de homenageados nesta edição é impressionante, com nomes ilustres que deixaram sua marca na sociedade arapiraquense:

  1. Pedro Félix de Farias (Pedrinho) – O Cacique do Fumo
  2. Antônio Tavares da Silva (Toínho do Carvão) – A Carvoaria da Feira do Carvão
  3. Cícero Cordeiro dos Santos (Sargento Cordeiro) – O Sargento e a Caixa Beneficente
  4. Zelita Maria da Conceição (Professora Zelita) – A Diretora Escolar
  5. Valdir Cavalcante Fernandes (Professor Valdir) – O Mestre e o Santa Catarina
  6. Maria José da Silva (Marizete) – Vigor Cultural
  7. Amaurílio dos Santos (Vigia) – O Homem que não Dorme em Serviço
  8. José Pereira Irmão (Zequinha da Oficina) – O Mestre Oficineiro
  9. Marize Barboza Ribeiro – O Canto do Pastoril
  10. Maria Messias da Silva (Mariinha) – O Alto da Boa Vista
  11. Pedro Afonso de Lima (Pedro Juriti) – O Canto do Juriti
  12. Maria Alba Moreira Lins – A Presbítera
  13. Neuza Silva Sousa – A Estrela do Pastoril
  14. Manoel Tenório Sobrinho – Uma Voz e Um Violão
  15. Valfredo Bernardo (Pedro) – O Ouro Verde

Esses documentários preciosos podem ser acompanhados por meio do portal raizesdearapiraca.com.br ou pelo canal no YouTube, proporcionando a todos um mergulho no rico passado e nas inspiradoras histórias de Arapiraca.

diarioalagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *