AGUA 18/06
Home Destaque Rei Pelé: Maior estádio de Alagoas passará por reformas importantes para o seu funcionamento

Rei Pelé: Maior estádio de Alagoas passará por reformas importantes para o seu funcionamento

Rei Pelé: Maior estádio de Alagoas passará por reformas importantes para o seu funcionamento
0
0

Obras reforçam a importância do Trapichão para o esporte alagoano

Prestes a completar 53 anos de história, o Estádio Rei Pelé passará por reformas e melhorias nos próximos meses. Administrada pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), a maior praça esportiva de Alagoas, já dotada de uma série de equipamentos destinados aos amantes do esporte e ao público em geral, ficará ainda melhor.

Seja para alagoanos ou turistas, o Estádio Rei Pelé, fundado em 25 de outubro de 1970, é um ponto certo para visitação. O projeto “Visita Guiada” oferece a crianças, jovens e adultos de entidades, escolas e grupos diversos, um verdadeiro tour, passando pelo Museu dos Esportes Edvaldo Alves Santa Rosa (em homenagem ao ex-camisa 10 do Flamengo e jogador da seleção brasileira, o alagoano Dida), o Memorial Rainha Marta, o Hall da Fama, arquibancadas, gramado e vestiários do “Trapichão”.

A secretária do Esporte, Lazer e Juventude, Angela Stemler, destaca a importância do Rei Pelé para o esporte alagoano, no passado, no presente e no futuro. “A história do esporte alagoano está aqui dentro. No museu, no hall da fama, nas arquibancadas, no campo. E nós seguimos trabalhando para manter a história, com um pé no passado e outro no futuro, melhorando toda a estrutura possível nessa cidade do esporte, que se chama Estádio Rei Pelé”, afirmou.

Embora seja um estádio cinquentenário, o Rei Pelé recebe melhorias constantes, não apenas estruturais, mas que ofereçam conforto ao público presente. Exemplos não faltam, como o Auditório Lauthenay Perdigão, com capacidade para 100 pessoas, climatizado e com tecnologia para receber eventos de pequeno e médio porte, alojamentos com capacidade para 250 pessoas, oferecendo conforto para os visitantes, além do Centro de Fisioterapia e Reabilitação Esportiva (Cefire), que funciona em parceria com a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoa (Uncisal) e um Restaurante Popular, administrado em parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, oferecendo mais de 4 mil refeições ao dia, ao preço de R$ 2, beneficiando, sobretudo, a população de baixa renda.

Outro espaço importante que o Governo de Alagoas construiu, junto com a comunidade esportiva, foram as 50 salas disponibilizadas, sem custo, para sede de entidades, associações e federações, dentro do Rei Pelé.

O secretário Especial do Esporte, Charles Hebert, reforça a importância do trabalho que vem sendo feito para fortalecer o esporte em Alagoas. “Não apenas apoiamos atletas, modalidades e eventos. Trabalhamos para que elas cresçam, através de editais, fomentos e até mesmo da estrutura que oferecemos aqui dentro do Rei Pelé, para que cada gestão consiga potencializar a sua respectiva área de atuação. Desde que a Secretaria foi recriada em 2015, estamos trabalhando para construir pontes, fortalecer o nosso esporte e criar oportunidades para os alagoanos”, concluiu.

Com tudo que já oferece ao público esportivo e à sociedade em geral, o Estádio Rei Pelé, que irá completar 53 aos, se prepara para novas melhorias, que serão feitas em 12 pontos específicos, nos próximos 10 meses e que oferecerão entre 30 e 40 anos de qualidade garantida aos seus visitantes.

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *