AGUA 18/06
Home Destaque Programa Emprega PCD promove nova perspectiva de vida para contratados

Programa Emprega PCD promove nova perspectiva de vida para contratados

Programa Emprega PCD promove nova perspectiva de vida para contratados
0
0

O programa Emprega PCD foi lançado em agosto de 2023, durante a semana Municipal da Pessoa com Deficiência e, desde então, tem se destacado como um divisor de águas para a inclusão de pessoas com algum tipo de deficiência no mercado de trabalho maceioense.

A iniciativa lançada pela Secretaria da Mulher, Pessoas com Deficiência, Idosos e Cidadania cria a ponte entre empresas e pessoas aptas às vagas. Em agosto, foram ofertadas 32 vagas exclusivas para PCDs nos novos Mix Mateus, que serão inaugurados nos bairros do Antares e Tabuleiro do Martins.

Alexandre Mateus, 23 anos, está dentro do Transtorno de Espectro Autista (TEA) e conseguiu seu primeiro emprego através do Emprega PCD. Atualmente, ele está em treinamento na unidade da Serraria e ocupará a função de operador de caixa. O jovem afirma que descobriu um novo interesse graças ao emprego. “Quero permanecer no mercado de trabalho lidando com clientes e fazendo amigos”, ressalta.

Todos os selecionados foram inseridos na equipe, após passarem por um dia de integração para conhecer o novo ambiente de trabalho. Durante a ação foram disponibilizados recursos de acessibilidade, como intérprete de libras.

Andreza Coutinho reforça acolhimento de novos funcionários. Foto: Felipe Sóstenes/Secom Maceió

Segundo Andreza Coutinho, analista de responsabilidade social do Mix Mateus, este momento foi idealizado por ela para que todos se sentissem acolhidos e parte importante da equipe. Andreza também foi responsável pelo recrutamento  dos novos funcionários, e sendo uma pessoa com deficiência auditiva, ela compreende a importância de abrir as portas do mercado de trabalho para que a pessoa com deficiência possa traçar novos caminhos.

“Eu já passei por alguns perrengues nos momentos de entrevista, e sempre me perguntava o que é que eu poderia fazer de diferente para recrutar”, conta. Ela também destaca que incluir uma pessoa com deficiência no mercado de trabalho é fundamental para empoderar este funcionário, fazendo com que ele olhe para si e reconheça os seus valores como pessoa e se posicionar.

“Me sinto útil aqui”, afirma o repositor em treinamento Danilo Timóteo. Ele estava desempregado há mais de dois anos, quando ficou sabendo do programa através das redes sociais da Semuc.

Agora, com o novo emprego, ele relata que pensa nos rumos que pode dar ao seu futuro, como viajar com a sua esposa ou até mesmo aumentar a família.

Fonte: Secom Maceió

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *