AGUA 18/06
Home Destaque Abrigo da Igreja Videira recebe recurso federal, estadual e municipal e fiéis desconfiam

Abrigo da Igreja Videira recebe recurso federal, estadual e municipal e fiéis desconfiam

Abrigo da Igreja Videira recebe recurso federal, estadual e municipal e fiéis desconfiam
0
0

Em Goiânia, a Igreja Videira, uma das maiores denominações religiosas da cidade, tem recebido financiamento público para o funcionamento do abrigo Eunice Weaver, destinado a crianças em situação de vulnerabilidade. Esse apoio inclui verbas municipais, estaduais e federais. Recentemente, o abrigo atraiu atenção quando a Prefeitura de Goiânia anunciou um repasse mensal de R$ 188.138,57, após o fechamento do Residencial Niso Prego, o único abrigo público da capital para esse público.

A relação entre a igreja e as autoridades políticas locais ganhou destaque no fim do último mês, quando o pastor Naor Pedroza foi homenageado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) pelo deputado estadual Cairo Salim (PSD), conhecido por seu alinhamento com a bancada evangélica. Além disso, o deputado federal Jeferson Rodrigues (Republicanos) destinou R$ 600.000 em recursos para o abrigo.

Durante uma reunião recente do presbitério, que contou com a presença do prefeito Rogério Cruz, a Igreja Videira expressou gratidão pelo apoio da prefeitura aos seus projetos sociais, incluindo o abrigo. Contudo, esta associação também levantou questões sobre os interesses políticos envolvidos, especialmente considerando a proximidade das eleições e o envolvimento de membros da igreja na política local.

Dentro da comunidade da igreja, há um misto de apoio e preocupação. Alguns fiéis e frequentadores expressaram desconfiança quanto à transparência na gestão dos fundos destinados ao abrigo. “Ninguém comenta para não queimar o capital político do prefeito, mas a transferência foi totalmente política”, disse um dos membros, referindo-se a especulações sobre favores políticos entre o prefeito e o pastor da Videira.

A igreja, fundada em 1997 por Aluízio A. Silva e operando no sistema G12, também está solicitando doações e trabalho voluntário dos fiéis para suportar suas operações, incluindo o abrigo. A unidade na Avenida T-7 está passando por reformas para expandir sua capacidade.

Até o fechamento desta reportagem, a Igreja Videira não respondeu aos pedidos de comentários sobre o uso dos recursos públicos e as acusações de motivações políticas por trás das doações recebidas. O espaço para resposta permanece aberto.

fuxico gospel

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *